fbNotícias sobre a vacina influencia nas cotações | IFCM Portugal

Notícias sobre a vacina influencia nas cotações - 20.5.2020

20/5/2020
Notícias sobre a vacina influencia nas cotações
Expert Avatar
Analista Sênior
Artigos: 10

Notícias quentes do dia

Os investidores aguardam comentários da empresa “Moderna” sobre as críticas feitas aos dados de sua vacina contra o coronavírus. Hoje de manhã, os contratos futuros do índice de ações dos EUA, se negociavam em alta. Os participantes do mercado notaram que, as notícias sobre um possível medicamento e vacina contra Covid-19 agora são mais significativas para as cotações de quase todos os ativos, uma vez que a velocidade do cancelamento de quarentena no mundo depende disso.

Notícias de Forex

Par de moedasMudança
EUR/USD +0.21%
GBP/USD +0.1%
USD/JPY -0.11%

Hoje, o índice do dólar caiu ligeiramente. Vários médicos expressaram dúvidas sobre a eficácia da vacina contra Covid-19, desenvolvida pela empresa americana “Moderna”. Um aspecto negativo adicional foi a declaração do presidente do Fed, Jerome Powell, ao Comitê Bancário do Senado, de que a sua agência continuaria imprimindo dinheiro para apoiar a economia dos EUA. O euro subiu após o anúncio da criação de um fundo de assistência aos países europeus mais afetados pelo coronavírus no valor de 500 bilhões de euros. O seu financiamento será fornecido pelos governos da França e da Alemanha, e não através da emissão do BCE. Um fator positivo adicional, foram os bons indicadores do estado da economia alemã no relatório ZEW (Zentrum für Europäische Wirtschaftsforschung). A libra britânica se fortaleceu graças aos bons dados do mercado de trabalho de Abril, divulgados ontem. O número de novos empregos excedeu em muito as previsões e, foi o mais alto do ano. O desemprego em Abril diminuiu em comparação com Março. Anteriormente, no Reino Unido, foram publicados dados positivos sobre a inflação e o PIB. Hoje, os dados da inflação serão divulgados na zona euro e no Canadá, e os materiais da reunião de Abril do Fed serão publicados nos Estados Unidos.

Notícias do mercado de ações

ÍndicesMudança
Indice Dow Jones -1.55%
Indice S&P 500 -1.03%
Indice Nasdaq -0.32%
Indice Nikkei +0.51%

Na terça-feira, os índices de ações dos EUA caíram por causa das dúvidas sobre a rápida criação da vacina contra o coronavírus pela “Moderna”. Um ponto negativo foram os fracos relatórios das redes de negociação Home Depot (-2,6%) e Kohl's Corp (-7,7%), além de dados sobre novas construções (housing starts). Em Abril, a construção de novas moradias nos Estados Unidos, caiu para o recorde de 30,2%. No entanto, os líderes de queda, foram os setores de petróleo e gás, telecomunicações e finanças. As ações da Exxon Mobil e Chevron caíram em 3% devido à descida de preços no petróleo. Os títulos do Bank of America (-3%), Citigroup (-2,7%), JPMorgan Chase (-1,8%) e Goldman Sachs (-2,2%) caíram de preço, por causa dos riscos da taxa negativa do Fed. Ontem, o bom crescimento foi demonstrado pelas ações das empresas que prestam serviços à população em quarentena:Facebook (+ 1,8%), Spotify (+ 8,4%) e Walmart (+ 2,2% graças à pedidos on-line). Em geral, os investidores não estão com pressa em comprar nos níveis atuais. O índice de ações dos EUA S&P 500, já saiu do seu mínimo de 23 de Março em 35%. Está apenas em 13% abaixo do máximo histórico de 19 de Fevereiro (no fechamento).

Notícias do mercado de produtos

MercadoriasMudança
Petróleo -2.72%

As cotações do petróleo Brent estão se negociando num nível psicológico de US$ 35 por barril. A American Petroleum Institute (API), prevê uma queda na semana, nas reservas dos EUA, em 4,8 milhões de barris. Os dados oficiais da Administração de Informações sobre Energia dos EUA (EIA), como de costume, serão publicados às 15:30 CET. O EIA publicou uma previsão para uma diminuição na produção de óleo de xisto nos Estados Unidos em Junho para um mínimo desde 2018. O banco internacional Citigroup espera que o excesso significativo de petróleo no mercado mundial, no 2º trimestre de 2020 possa ser substituído pelo mesmo grande déficit no 3º trimestre devido ao cancelamento da quarentena.

Notícias do mercado de ouro

MetaisMudança
Ouro +0.67%

O ouro sobe de preço pelo segundo dia consecutivo devido às dúvidas dos investidores sobre a iminente criação de uma vacina contra o coronavírus, à emissão monetária em larga escala dos principais bancos centrais do mundo para apoiar as suas economias e aos riscos da taxa negativa do Federal Reserve dos EUA. Atualmente é de 0,25%. A dinâmica do ouro e do petróleo pode ser afetada pelos materiais da reunião de Abril do Fed, que serão publicados hoje à noite.


Comece negociando com IFC Markets

Estamos prontos para apoiá-lo com todo o tipo de perguntas, 24 horas por dia.